Endereço: 
Avenida Francisco Matarazzo, 455 - Parque da Água Branca
Barra Funda - São Paulo (SP) - Brasil
CEP 05001-970
Caixa Postal 61070
(11) 3871-7517

 

Localizado no Parque da Água Branca, na capital paulista, o Aquário do Instituto de Pesca é um espaço destinado ao desenvolvimento de atividades de transferência de conhecimento. Nos 30 aquários distribuídos dentro de um prédio histórico construído na década de 1930, os visitantes podem conhecer um pouco mais sobre espécies de peixes de alto valor econômico para a aquicultura e a pesca continental, como o matrinxã, o pacu e a tilápia.

Veja mais fotos clicando aqui.

 

Visitação

Funcionamento:

Terça-feira a domingo, das 9 horas às 17 horas

Ingresso:

Valor: R$ 3,00

Menores de 5 anos, adultos maiores de 65 anos e escolas públicas: isentos

Agendamento de visitas escolares e outros grupos:

Exclusivamente pelo telefone: (11) 3871-7517, de segunda a sexta-feira, das 10 horas às 17 horas.

Histórico

O Instituto de Pesca, vinculado à Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, é uma instituição de pesquisa científica e tecnológica que desenvolve projetos nas áreas de pesca e aquicultura, visando à obtenção e transferência de novos conhecimentos e de tecnologias destinadas à melhoria do agronegócio do pescado e da qualidade ambiental.

(vista frontal, década de 30)

Além das instalações destinadas à realização de suas pesquisas, o Instituto conta com espaços privilegiados para o desenvolvimento de atividades educacionais e culturais. Um desses espaços localiza-se no Parque Fernando Costa (conhecido também como "Parque da Água Branca"), uma importante área de lazer da cidade de São Paulo que recebe um grande número de visitantes ao longo do ano: é o "Aquário do Instituto de Pesca", o mais antigo do Estado de São Paulo e o segundo mais antigo do Brasil, construído na década de 1930.

(o prédio visto por detrás, década de 1930)

 

(vista lateral, década de 1930)

O Parque da Água Branca, uma importante área de lazer da cidade, está localizado próximo de três dos maiores centros culturais da cidade: o Memorial da América Latina, o Senac e o Sesc-Pompéia. Portanto, quem for visitar o Aquário do Instituto de Pesca aproveita ainda o exuberante Parque, rico em plantas e animais.

Criado em 1905, numa época de forte desenvolvimento da agropecuária paulista, o Parque destinava-se exclusivamente a abrigar órgãos de pesquisa agropecuária, associações de criadores, leilões e exposições de animais. Hoje tornou-se um grande parque público com características tanto urbanas (abrigando grupos de teatro e dança, de convivência para a terceira idade etc.) quanto do campo (com diversos animais criados em fazendas, pomar etc.).

A importância do interesse do público pelo "Aquário do Instituto de Pesca" pode ser observada pelos números de visitação: 77.199 em 1998, 113.612 em 1999, 112.372 em 2000, 161.475 em 2001 e 168.395 em 2002, números esses registrados apenas em finais de semana e feriados.

 

 

end faq