O Museu de Pesca de Santos tem uma novidade para seus visitantes: QR Codes trazendo informações e curiosidades sobre as peças expostas em seu acervo estão disponíveis desde o mês de outubro. O espaço é administrado pelo Instituto de Pesca (IP-Apta), órgão de pesquisa da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo.

Os QR Codes são recursos tecnológicos que funcionam como códigos de barras bidimensionais que podem ser lidos por celulares e tablets equipados com câmera. Ao fazer a leitura do QR Code com seu equipamento, o visitante é remetido ao blog do Museu de Pesca e tem acesso às informações sobre as características gerais das espécies biológicas em exposição, literalmente, na “palma da mão”.

De acordo com a diretora do Museu de Pesca, Thaís Moron Machado, a ação tem o objetivo de aumentar a interação com o público. "Nós percebemos que os visitantes se interessam em ter mais dados sobre as espécies, então, implantamos os QR Codes como uma forma fácil e rápida de disponibilizá-los. O objetivo é que o Museu se autoexplique e que o público, mesmo não monitorado, consiga absorver mais informações sobre as peças expostas.”

Até o momento, estão disponíveis os QR Codes da Tartaruga-Verde, do Lobo Marinho, da Lula Gigante, dos Tubarões-Frango e da Baleia Fin. “Já disponibilizamos cinco QR Codes durante o mês de outubro e a nossa expectativa é que até o fim do ano mais cinquenta QRs de espécies já estejam disponíveis para acesso no blog do Museu”, finalizou Thaís.

Para obter as informações sobre espécies que já estão disponíveis, basta acessar o blog do Museu de Pesca. Para informações sobre a visitação e agendamento de visitas de grupos escolares, clique aqui.

 

Por Letícia Chiquetto (estagiária) e Leonardo Chagas
Revisão Márcia Cipólli

 

Mais informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento
Instituto de Pesca
(11) 3871-7549 / (11) 3871-7588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.