O Instituto de Pesca (IP-Apta), da Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, participou, entre os dias 8 e 10 de novembro de 2017 do III Fórum Internacional sobre a Introdução do Pescado na Alimentação Infantil e Escolar, realizado em Buenos Aires, na Argentina. O evento foi coorganizado pela Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO), pelo Centro para os Serviços de Informação e Assistência para Produtos Pesqueiros (INFOPESCA), Rede Panamericana de Inspeção, Controle de Qualidade e Tecnologia de Produtos Pesqueiros (REDPAN) e pela Subsecretaria de Pesca e Aquicultura do Ministério de Agroindústria da República Argentina.

Na oportunidade, a pesquisadora da Unidade Laboratorial de Referência em Tecnologia do Pescado (ULRTP) do IP, Rúbia Yuri Tomita, ministrou a palestra “Panorama do Pescado na Alimentação Escolar no Estado de São Paulo”, em que apresentou informações sobre a dinâmica de compra de pescado para a alimentação escolar no Estado, quais os produtos adquiridos e como são ofertados aos estudantes. Rúbia ainda abordou as ações que estão ocorrendo no âmbito da Secretaria Estadual de Educação a fim de criar uma cultura de consumo de pescado.

“A participação no evento também foi uma oportunidade para apresentarmos o trabalho de inclusão do pescado na merenda escolar, desenvolvido desde 2012 pelo Instituto de Pesca em parceria com a Prefeitura Municipal de Itanhaém”, destacou Rúbia.

A pesquisadora ainda enfatizou a importância do apoio de instituições como o IP no auxílio à estruturação de uma cadeia produtiva do pescado com foco no segmento da alimentação escolar, assim como ao desenvolvimento de produtos mais adequados a este público-alvo.

Para o secretário de Agricultura e Abastecimento do Estado de São Paulo, Arnaldo Jardim, o intercâmbio de informações proporcionado em encontros como este é de suma importância para o desenvolvimento de atividades de pesquisa.

“A inclusão do pescado na merenda escolar é uma ação que merece toda a nossa atenção, pois se trata não só de uma fonte de proteína de alta qualidade, mas também de um alimento rico em outros nutrientes importantes, como vitaminas e minerais. As ações promovidas pelo Instituto de Pesca nesse sentido são de extrema importância e estão alinhadas às recomendações do governador Geraldo Alckmin para o incentivo à alimentação saudável”, avaliou o titular da Pasta de Agricultura.

 

Evento reuniu representantes da América Latina

Durante os três dias de evento, mais de 50 profissionais de seis países da América Latina, além de representantes da FAO, do Ministério da Agroindústria da Argentina, INFOPESCA e REDPAN, expuseram e discutiram as temáticas relativas ao tema, seguindo o caminho iniciado nas duas primeiras edições do Fórum, realizadas em São Paulo, em 2016, e Punta del Este, em 2015, ambas com participação do Instituto de Pesca. Os temas tratados incluíram tecnologias adaptadas à alimentação infantil, escolar e institucional, experiências em campanhas de promoção e difusão do consumo de pescado com crianças, além dos principais aspectos nutricionais e de avaliação do impacto do consumo de pescado em crianças.

O encerramento do evento foi marcado por um amplo debate, em que foram sugeridas recomendações para a introdução do pescado na alimentação escolar, levando em consideração as diferentes situações e realidades dos países. Em breve, todo o material gerado a partir das discussões será disponibilizado nos Proceedings do evento.

 

- Por Leonardo Chagas
- Revisão Márcia Cippóli

 

Mais informações:
Assessoria de Comunicação
Secretaria de Agricultura e Abastecimento
Instituto de Pesca
(11) 3871-7549 / (11) 3871-7588
Este endereço de email está sendo protegido de spambots. Você precisa do JavaScript ativado para vê-lo.