ALIMENTAÇÃO - Um dos aspectos que motivaram o prêmio foi o uso da Carne Mecanicamente Separada (CMS), desta forma, subindo o aproveitamento do pescado para 60% com produtos de valor agregado

 

 

Entre quarta (8) e sexta (10), Itanhaém participará do III Fórum Internacional sobre a Introdução do Pescado na Alimentação Infantil e Escolar, que acontecerá em Buenos Aires (Argentina). O trabalho desempenhado na Cidade foi selecionado para representar o Brasil, com a pesquisadora Rúbia Tomita, do Instituto de Pesca (IP) da Secretaria Estadual de Agricultura e Abastecimento.

Em 2016, o projeto foi classificado como a melhor pesquisa científica no Prêmio Josué de Castro de Combate à Fome e à Desnutrição, por meio do Conselho Estadual de Segurança Alimentar e Nutricional Sustentável (CONSEA). Neste ano, a Cidade obteve novo reconhecimento da entidade, por meio da inclusão do Milho Guarani, “Avaxi Ete’i”, na merenda de escolas indígenas.

Um dos aspectos que motivaram o prêmio foi o uso da Carne Mecanicamente Separada (CMS), desta forma, subindo o aproveitamento do pescado para 60% com produtos de valor agregado, sendo testado e aprovado pelos alunos da Rede Municipal. Os alimentos foram destinados às escolas municipais Eugênia Pitta Rangel Veloso e Professora Diva do Carmo Alves de Lima, por meio do Programa Nacional de Alimentação Escolar (PNAE).

O Fórum Internacional tem como coorganizadores a Rede Panamericana de Inspeção, Controle de Qualidade e Tecnologia de Produtos Pesqueiros (RedPan), a Infopesca e a Organização das Nações Unidas para a Agricultura e Alimentação (FAO/ONU).

 

Fonte: Prefeitura de Itanhaem, Nov/2017 (http://www2.itanhaem.sp.gov.br)
Para acessar a notícia clique aqui