OfGastr 32

Peixes não convencionais – PENACOS – foi o tema de duas atividades realizadas pela Secretaria de Agricultura e Abastecimento do Estado, por meio do Instituto de Pesca, órgão de pesquisa científica e tecnológica da Agência Paulista de Tecnologia dos Agronegócios, dentro de sua programação na “Semana do Pescado 2019”. A ação, em nível nacional, visa estimular o consumo de pescado e oferecer informações ao público em geral, já que há espécies locais que não são muito consumidas e de custo muito mais acessível do que espécies como o salmão, linguado, bacalhau e atum, tão evidenciados pelo marketing.

Quem participou aprendeu sobre a utilização de várias espécies, como cabrinha, olho de cão e guaivira, no preparo simples e rápido de ceviche (prato de origem peruana) e sumissô (de origem japonesa).

A programação incluiu uma Roda de Conversa sobre PENACOS, realizada no dia 04/09 no auditório do Museu do Instituto de Pesca, em Santos, que contou com a presença dos chefs Márcio Okumura (Restaurante Okumura), Fábio Leal (Soutu Food for Health), Daniel Stucchi (Restaurante Sitio 17), Michele Uemura, que além de chef é a Coordenadora do Curso de Gastronomia da Universidade Católica de Santos. Os pesquisadores científicos do Instituto de Pesca Luiz Miguel Casarini, Érika Fabiane Furlan e Rúbia Yuri Tomita também estavam presentes e conversaram com o público sobre as espécies da região que não são muito utilizadas/conhecidas e as estratégias para divulgar e aumentar seu consumo, bem como do pescado em geral.

Também foi realizada Oficina Gastronômica utilizando PENACOS, em 09/09, com participação do público em uma aula-show seguida de degustação, com a chef Michele Uemura e o chef Márcio Okumura, que abriram seu Restaurante Okumura especialmente para a realização desta oficina, em Santos.

 

Por Rúbia Tomita 

Foto: Rúbia Tomita

CECOM – Centro de Comunicação 

Instituto de Pesca / APTA / SAA